terça-feira, 24 de março de 2009

Riscos ambientais em uma lavanderia de indústria de abate e processamento de carne

Riscos ambientais em uma lavanderia de indústria de abate e processamento de carne

Vania Eugênia da Silva, Simone Caldas Tavares Mafra, Cláudio Mafra, Amaury Paulo de Souza, Elaine Cavalcante Gomes

Resumo


As condições do ambiente de trabalho contribuem na ocorrência de acidentes e doenças ocupacionais, comprometendo a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) dos trabalhadores. Neste sentido, objetivou-se identificar os
riscos físicos, biológicos e ergonômicos que a lavanderia de indústria de abate e processamento de carne oferece aos trabalhadores. Os riscos biológicos identificados são representados por microrganismos presentes nas roupas sujas e no ar; não uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s); os físicos pela temperatura, ruído e umidade em excesso e ventilação insuficiente; e os ergonômicos pela adoção de posturas incorretas, impostas por deficiências nos equipamentos e no ambiente. Riscos, agravados pela inexistência de normas para a organização
deste tipo de lavanderia. Sugere-se treinamento para os trabalhadores, instalação de sistema de exaustão, ventilação e barreira de contaminação, visando melhorar as condições de trabalho e evitar acidentes.

Fonte :revista.feb.unesp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Arquivo do blog

Quem sou eu

Joinville, Santa Catarina, Brazil
Por Ricardo Toscano, Cirurgião-Dentista graduado pela Unifal, especialista em odontologia do trabalho pela UFSC, mestre em odontologia area de concentraçao em implantodontia cirurgica/protetica pelo Instituto latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontologico,reabilitador oral clinico. Responsável técnico pelo Instituto Odontologico Toscano. Notícias,ferramentas e artigos na área de Reabilitação Oral com ênfase na interdisciplinaridade e multidisciplinaridade.